Mercedes-Benz Classe S tem preço inicial de R$ 769.900

Posted on

O novo Mercedes-Benz Classe S chega ao Brasil e será comercializado nas versões S 560, Mercedes-AMG S 63 L 4MATIC e o Mercedes-AMG S 65 L. As três versões contam com o chassi alongado. Modelo para poucos, os preços partem de R$ 769.900 e chega a R$ 1.166.900.

Linhas

Segundo a marca alemã, o conceito de luxo moderno se expressa pela máxima qualidade de materiais e manufatura. O Mercedes-Benz Classe S tem nova grade do radiador com três travessas horizontais duplas cromadas, assim como barras verticais com acabamento em preto com alto brilho. O conjunto ótico tem faróis MULTIBEAM LED e são três fontes de luz destacadas. Já o para-choque dianteiro tem grandes entradas de ar e visual esportivo.

Na traseira, as novas lanternas são iluminadas por LED e tem aparência de cristal. As três versões do sedã são equipadas com uma seção inferior do para-choque traseiro com ponteiras de escapamento integradas, emolduradas por um elemento cromado (S 560 e Mercedes-AMG S 65 L, Mercedes-AMG S 63 com molduras pretas) que se estende por toda a largura do veículo.  A versão S 500 tem rodas de liga leve e forjadas de 19 polegadas. Nas versões AMG elas passam a ser de 20 polegadas.

Interior

O painel do Mercedes-Benz Classe S conta com dois novos displays de alta resolução, cada um deles com uma tela de 12,3 polegadas. Eles se unem sob uma cobertura de vidro única, formando um painel panorâmico. O quadro de instrumentos tem mostrador com instrumentos virtuais no campo direto da visão do motorista, assim como um display central acima do console central. Totalmente digital, ele pode ser configurado em três estilos (“Classic”, “Sporty” e “Progressive”).

Veja os preços:

  • S 560 L – R$ 769.900
  • Mercedes-AMG S 63 L 4MATIC – R$ 974.900
  • Mercedes-AMG S 65 L – R$ 1.166.900

Motores

A versão S 560 vem equipada com o novo motor V8 que rende potência 469 cv e 71,38 kgfm de torque. De acordo com a Mercedes-Benz, o propulsor está entre os V8 mais econômicos do mundo e consome cerca de 10% menos combustível que o modelo anterior. Para reduzir o consumo, quatro cilindros do novo V8 são desativados simultaneamente em regime de solicitação parcial, com a ajuda do sistema de ajuste de elevação das válvulas CAMTRONIC.

Já na versão AMG S 63 4MATIC, o motor AMG V8 de 4,0 litros com desativação de cilindros substitui o anterior V8 biturbo de 5,5 litros. Apesar da cilindrada menor, o novo motor gera nada menos que 612 cv. Os turbocompressores são posicionados dentro do V formado pelas bancadas de cilindros, outra característica especial dos novos motores V8. A versão topo de linhas Mercedes-AMG S 65 L vem equipada com motor de doze cilindros que desenvolve 630 cv e 1.01,97 kgfm de torque.

Transmissão

Com exceção da versão com motor de doze cilindros, as demais são equipadas câmbio automático 9G-TRONIC de nove velocidades.

Foto | Mercedes-Benz/Divulgação